Oferta formativa

Trabalho Social e Orientação

  • Animação e ocupação de tempos livres através de expressão plástica (UFCD_7239)

    25.0 horas

    Apresentação

    Com esta ação pretende-se que os formandos adquiram competencias para efetuar atividades de expressão plástica

  • Animação e Ocupação dos tempos livres através da expressão musical e corporal (UFCD_7240)

    25.0 horas

    Apresentação

    Nesta ação pretende-se que os formandos adquiram competências e participem em atividades de expressão musical e de expressão corporal.

  • Arte, património e tradição

    25.0 horas

    Apresentação

    Reconhecer a arte patrimonial material, imaterial ou intangível, como fonte inspiradora de novas linguagens plásticas. Reconhecer as tradições, ritos, símbolos, costumes, superstições, jogos, danças, como expressões artísticas genuínas. Preservar e divulgar a arte enquanto património cultural.

  • Atelier Musical (UFCD_4273)

    25.0 horas

    Apresentação

    Os formandos irão aprender a distinguir os instrumentos de altura definida e indefinida, agrupar os instrumentos por famílias tímbricas e muitas outras competências.

  • Corpo e Movimento (UFCD_4263)

    25.0 horas

    Apresentação

    Com esta ação pretende-se que os formandos adquiram conhecimentos do esquema corporal, a arquitetura do corpo bem como eixos e coordenadas do movimento. Pretende-se ainda dotar os participante s de competencias básicas de relaxamento nomeadamente na Infância.

  • Expressão plástica - técnicas e materiais (UFCD_4264)

    25.0 horas

    Apresentação

    Com esta ação pretende-se que os formandos adquiram competencias para saber aplicar técnicas de expressão plástica em suportes diversificados

  • Gestão de stress do profissional (UFCD_7229)

    25.0 horas

    Apresentação

    Com esta ação pretende-se que os forandos saibam Identificar o conceito de stress, causas e consequências negativas do mesmo. assim como formas de prevenção.

  • Intervenção em espaços culturais (UFCD 4293)

    25.0 horas

    Apresentação

    As bibliotecas, assim como outros atores da esfera social e cultural, têm um papel determinante na coesão social e na promoção do diálogo intercultural. Todavia faltam-lhe, por vezes, os instrumentos para incorporar este papel ativo e ter assim um impacto social de relevo. Esta formação pretende dotar os participante das ferramentas necessárias para intervirem de maneira construtiva e dar resposta aos desafios sociais e culturais da atualidade.

  • Oficina de Expressão Dramática (UFCD 4271)

    25.0 horas

    Apresentação

    A Expressão Dramática ajuda no desenvolvimento integral do indivíduo, nas capacidades afectivas e cognitivas, na afirmação da individualidade, promove e facilita a sua expressão, desenvolve a personalidade de forma autónoma e crítica, numa permanente interacção com o mundo e com o outro. Explorando-se a comunicação, a exposição, o corpo, o aparelho vocal/respiratório, a emoção, o improviso e a criação em colectivo.

    A partir da metodologia própria da expressão dramática, os participantes têm a oportunidade, nestas Oficinas de Expressão Dramática, de uma experiência lúdica e criativa onde a sua imaginação trabalha a partir da exploração de objetos, do seu corpo, do espaço, da imagem, do som e do texto.

  • Primeiros Socorros (UFCD 3564)

    25.0 horas

    Apresentação

    No final da ação pretende-se que os formandos sejam detentores de noções básicas de primeiros socorros e sejam capazes de Identificar os diferentes tipos de acidentes. Reconhecer o serviço nacional de proteção civil. Reconhecer a importância da prevenção de acidentes e de doenças profissionais.

  • Programação Cultural (UFCD 4293 | 4298)

    50.0 horas

    Apresentação

    Os desafios de programação cultural dos territórios são cada vez mais amplos, devendo combinar a criação artística original, o envolvimento das dinâmicas associativas locais, a educação pela Arte e, ainda, a criação de atrativos que fomentem o turismo e, consequentemente, a economia. Por outro lado, as agendas culturais devem perseguir objetivos e contribuir para a construção de territórios mais prósperos, com marcas identitárias fortes, que respeitem e valorizem o património e contribuam para a fixação de novas gerações. Espera-se da cultura que, com parcos recursos, crie valor. Nesta ação pretende-se desenvolver uma metodologia de reflexão e construção das agendas culturais locais que se pretendem diversificadas, inclusivas e de qualidade. As sessões promoverão a partilha de ideias e experiências e terão uma dimensão tão prática quanto possível.