Oferta formativa

Turismo e Lazer

  • Língua chinesa- Inf. acerca da vida quotidiana (UFCD 8775)

    50.0 horas

    Apresentação

    O formando no final da formação deverá ser capaz de dar e entender informações da vida quotidiana

  • Língua inglesa - informação e orientação (UFCD 3462)

    25.0 horas

    Apresentação

  • Curadoria de Arte em Espaço Público

    Planeado(a)

    15.0 horas

    Apresentação

    Ao longo de 15 anos de carreira, como curadora e mediadora cultural, Helena Mendes Pereira desenvolveu um conjunto alargado de projetos de arte em espaço público, tendo produzido pensamento sobre o poder da Arte em espaço público e a importância da curadoria. Há uma consciência da urgência do contacto quotidiano com a obra de Arte como promotora da literacia, do conhecimento e, consequentemente, da construção de consciência crítica e de cidadania. A presença da Arte em espaço público é, assim, muito mais do que dotar o território do belo. É um ato político e simbólico como foram sendo sempre, ao longo da História, as transformações urbanas. A história urbana mostra que às transformações de ordem económica e social se segue a adequação das estruturas, das formas e das imagens das cidades. Neste novo tempo que vivemos, é perentório que o espaço público seja cada vez mais um convite, não à profusão dos eventos, mas ao convívio moderado e seguro. A Arte pode ajudar, pode ter essa mensagem. Para a economia da cidade industrial, importava a proximidade a fontes de matérias-primas e de energia, a disponibilidade de capital, a força do trabalho de qualificação baixa ou média e um grande mercado local. Mas as exigências da cidade são radicalmente diferentes para a nova economia, que, segundo Peter Hall, deixou de ser uma “economia de informação” e se tornou numa “economia da cultura”, na qual a cultura se tornou na peça central da máquina reprodutiva do capitalismo, a sua nova mola propulsora. Neste sentido, neste curso serão dados vários exemplos de projetos de arte em espaço público, nacionais e internacionais, e abordadas propostas concretas para o desenvolvimento de projetos e debatida a necessidade da criação de legislação para esta área específica da atividade pública.

    • Data de Início

      27/02/2023

    • Local de Formação

      Formação a Distância (FAD)

    • Duração

      15.0 horas

    • Tipo de Horário

      Pós-Laboral

  • CURADORIA: Pensar e organizar exposições de arte e de artistas contemporâneos

    16.0 horas

    150,00€

    Apresentação

    FUNDAMENTAÇÃO DO CURSO: Os espaços de exposição e apresentação da produção artística contemporânea multiplicam-se e a curadoria cresce enquanto disciplina e atividade profissional. O conceito prolifera-se e há uma necessidade de clarificação de qual o perfil e quais as funções que se esperam da curadoria. Esta ação de formação pretende, em primeiro lugar, definir qual o papel e conteúdo funcional do curador e fornecer ferramentas concretas que permitam o estabelecimento de uma dinâmica ampla que vai da definição do conceito e conteúdos de uma exposição até às estratégias de mediação e educação com os públicos, passando por toda a atividade logística e organizativa, pelo exercício de construção de conteúdos texto para as várias tipologias de materiais de comunicação e pela regulamentação da relação profissional com artistas, colecionadores e instituições. FORMADORA: Helena Mendes Pereira (n.1985) é curadora e investigadora em práticas artísticas e culturais contemporâneas. Amiúde, aventura-se pela dramaturgia e colabora, como produtora, em projetos ligados à música e ao teatro, onde tem muitas das suas raízes profissionais. É licenciada em História da Arte (FLUP); frequentou a especialização em Museologia (FLUP), a pós-graduação em Gestão das Artes (UCP); é mestre em Comunicação, Arte e Cultura (ICS-UMinho) e doutoranda em Ciências da Comunicação, com uma tese sobre Mercado da Arte no pós 25 de Abril de 1974. Atualmente, é chief curator da zet gallery (Braga) e integra a equipa da Fundação Bienal de Arte de Cerveira como curadora e no apoio à coordenação artística, tendo sido com esta entidade que iniciou o seu percurso profissional no verão de 2007. No âmbito da educação e mediação cultural orienta, regularmente, visitas a exposições e museus de Arte Contemporânea, tendo já lecionado o tema em várias instituições de ensino. Integra, no ano letivo de 2018/2019 o corpo docente da Universidade do Minho como assistente convidada. É formadora sénior e consultora nas áreas da gestão e programação cultural. Publica regularmente em jornais e revistas da especialidade, tais como o quinzenário As Artes entre as Letras, nas revistas RUA e UMBIGO. Tem publicados catálogos e outros resultados de investigações mais profundas sobre artistas e contextos de curadoria

  • Língua alemã - informação (UFCD 6943)

    50.0 horas

    Apresentação

    Pretende-se com esta formação: Aplicar vocabulário básico em língua alemã na comunicação com interlocutores.

  • Língua Chinesa - informação e orientação (UFCD 8761)

    25.0 horas

    Apresentação

    Pretende-se com esta formação dotar os participantes de competencias base na área da Língua Chinesa. No final do curso os participantes receberão um Certificado de Qualificações, com aproveitamento, no caso do alcance dos objetivos definidos e da participação em, pelo menos, 90% da duração da formação. Esta UFCD - Unidade de Formação Modular Certificada está integrada no Catálogo Nacional de Qualificações e faz parte de um percurso de qualificação de nível 4.

  • Língua inglesa - informação (Ufcd 3486)

    50.0 horas

    Apresentação

    Pretende-se que os formandos no final da formação sejam capazes de aplicar vocabulário técnico na comunicação com os clientes em língua Inglesa.

  • Marketing turístico (UFCD 4328)

    50.0 horas

    Apresentação

    O curso de marketing turístico, tem como principal objetivo introduzir ideias inovadoras na promoção turística da Região Minho e das unidades de turismo em espaço rural a laborar nesta região, assim como de outras empresas ligadas à restauração, atividades radicais e lazer. Através da reflexão conjunta pretendemos, que os empresários e colaboradores destas empresas, identifiquem e operacionalizem novos canais de comunicação e atração de novos públicos.